Sem dúvidas, uma das melhores músicas simbólicas.
O hino de uma geração, o retrato de um protesto, a fala de adolescentes sonhadores e esperançosos, e o melhor: Vindo de um dos melhores discos da Legião.
"Há Tempos", apresentada no "As Quatro Estações", nos dá toda a ideia de protesto jovem, nos dá a noção dos sonhos, de esperanças... Renato disse em 95: "Há Tempos começa tranquila; no final, eu estou me esgoelando. Mas, quando você vê aquele bando de ente catando 'Há tempos são os jovens que adoecem', não tem como não se emocionar". E o Mestre tinha razão, porque é impossível ouvi-la, e não querer cantá-la.
A letra é feita do diálogo entre Renato e uma outra pessoa, uma mulher, pois na letra, fica bem claro em certas passagens (como no fim), que ele conversa com ela, questiona, afirma, ensina, e ela passa algumas morais para ele. Segue-se a letra e interpretação:

Parece cocaína
Mas é só tristeza
Talvez tua cidade
Muitos temores nascem
Do cansaço e da solidão
Descompasso, desperdício
Herdeiros são agora
Da virtude que perdemos...

Creio que a frase com as palavras "Cocaína" e "Tristeza", refere-se literalmente a elas.
Parece o efeito das drogas, mas não, é só tristeza... Não é o efeito quem a deixou assim, é a própria desesperança e falta de alegria.
O termo "Cidade" refere-se ao grupo. Refere-se ao meio de convívio e locais onde a terceira frequenta e fica. Lembrando que a Cidade seria a proteção, os problemas sociais, só que aqui, não seria tão literal. Seria algo mais como "Talvez a tua tribo", "Talvez o teu grupo".
O cansaço, poderia ser o mesmo que Pitty diria em "Pulsos": Seria o tentar, seria a falta de esperança.
O cansaço, a solidão, o descompasso e o desperdício (de coragem, esperança) gerariam os temores que resultariam a "tristeza" que a menina sente. Em palavras mais simples: os temores próprios ou do mundo mesmo (a razão da fulga) viria do cansaço, desperdício, etc...
O "Herdeiros são agora/Da virtude que perdemos..." encaro como a geração próxima. Os herdeiros deles, as futuras gerações, seria a falta de virtude e valores, que se perderam anteriormente. Como em muitas músicas (que foram passadas), representam o Hoje: os valores anteriores, se perderam, e nós, somos herdeiros dessa falta de virtudes, valores, ética, moralidade e respeito.

Há tempos tive um sonho
Não me lembro, não me lembro...

Os sonhos serão tratados na música toda como a esperança e os planos futuros.
Aqui, a pessoa em questão (creio que Renato, pois ela (a pessoa) ainda aparenta ter esperança), mostra que há tempos (no passado), teve um sonho (um plano), e que hoje já não se recorda. Vemos então, que essa geração, a geração de herdeiros ("sem virtude" - reforço as aspas) não tem esperanças, nem sonham mais.

Tua tristeza é tão exata
E hoje o dia é tão bonito
Já estamos acostumados
A não termos mais nem isso...

Aqui fala novamente desses sonhos...
A tristeza é tão exata, tão "perfeita", tão exposta, que não tem lógica, afinal, o dia está tão bonito, tão propício, e isso é tão raro ("Já estamos acostumados/A não termos mais nem isso..."), que deixa tal tristeza sem rumo, sem lógica. Mostra aqui, a angústia, a falta de chances (estar triste quando se há poucos dias bonitos)...

Os sonhos vêm e os sonhos vão
E o resto é imperfeito...

Aqui, novamente encontramos os "sonhos".
Os sonhos, esperanças, planos... todos eles vêm, e todos eles vão... Do mesmo modo: Todas as chances vêm, todas as chances vão...

Dissestes que se tua voz
Tivesse força igual
À imensa dor que sentes
Teu grito acordaria
Não só a tua casa
Mas a vizinhança inteira...

Aqui, é minha parte preferidas. Desculpe se escrever algo grande ou complicado, mas é porque realmente tem muito à ser falado:
Renato era a voz de uma geração, e aqui, ele deixa isso bem claro, quando ele mesmo diz (Ela falando para Ele - Renato) que a voz dele tem a força igual à dor que ele mesmo sente. Ou seja: O meio de protesto dele, a voz, as letras, o canto, tem a mesma força, que o desespero, que a ira, que a raiva que ele sente. Em palavras melhores: ele cantaria com o coração. Ele cantaria com o que ele sente, em todos os pontos - para se encaixar na letra: cantaria com o que sente de desespero de falar ou sonhar.

E há tempos
Nem os santos têm ao certo
A medida da maldade
E há tempos são os jovens
Que adoecem
E há tempos
O encanto está ausente
E há ferrugem nos sorrisos
Só o acaso estende os braços
A quem procura
Abrigo e proteção...

Aqui, mostra qual o ponto em que se chegou.
Os santos já não tem mais a noção de maldade. Uma vez que para se ser bom, tem que conhecer o mau. Você jamais saberá do que gosta, se não provar ou não ter medida (noção).
Diz também, que os jovens andam adoecendo (como dito anteriormente, perdendo os sonhos, ou até no sentido literal, se drogando). Renato menciona o fato de os sorrisos estarem enferrujados, e o encanto estar ausente.
Aqui mostra que só o acaso, só a eventualidade, só por acaso, as pessoas estão estendendo os braços aos que procuram abrigo e proteção (ou seja, já não são mais receptivas, educadas ou gentis, escolhem (quando escolhem) as pessoas que querem ou não servir).

Meu amor!
Disciplina é liberdade
Compaixão é fortaleza
Ter bondade é ter coragem

Aqui, estão as frases mais lindas da Legião, a mais completa da música e uma das melhores do Disco (com tantas e tantas músicas lindas).
Renato diz à terceira pessoa:
"Disciplina é Liberdade": para ser livre, deve-se ter disciplina, ordem. E para ser disciplinado, você deve conhecer e ser livre.
"Compaixão é Fortaleza": para se ter fortaleza, deve-se ter compaixão. E para ser forte ou ter "fortalezas" (seguranças próprias, creio eu), deve-se ter compaixão.
"Ter bondade é ter coragem": Para ser bondoso hoje em dia, deve-se ser corajoso, e para se ter coragem, deve ser bondoso consigo mesmo, sabendo seus próprios limites, etc.
A frase se encaixa no hoje, e podem ser conselhos dele pra ela.

Eis então, que surge a frase mais curiosa, e que todos que analisam (todos mesmo, inclusive eu mesmo), param e pensam: Epa! É ai que está o X, é aqui que não consigo evoluir...
O que ELA quer dizer com:

 (Ela disse)
Lá em casa tem um poço
Mas a água é muito limpa...

Essa frase, seria a resposta para todos os comentários de Disciplina, Liberdade, Compaixão, Fortaleza, Bondade e Coragem.
Ela por sua vez, responde à ele, que em sua casa tem um poço, e que a água dele, é muito limpa. Porém, ela coloca um MAS, o que nos dá a impressão de contrariedade, de impossibilidade, portanto, o poço, não deveria ser limpo, deveria ser sujo...
Cidade, como disse, seria o termo do grupo, da tribo, da sociedade.
Casa, seria parte dessa cidade, seria cada indivíduo, tanto interiormente, quanto exteriormente, e creio eu, Renato aqui, quis mostrar o interior.
A casa tem um poço (eu sou um poço, ou seja: eu sou profundo, sou escuro, mas tenho algo dentro de mim), e a água que há dentro de mim, não é como todas as esperadas por ai... Em todas as "casas" (em todas as pessoas), andamos vendo poços sujos, poços sem esperanças... "O meu, seria um poço limpo, com esperança, com uma voz que ainda pode clamar, que tem força igual à minha dor", creio eu.



(Desculpem-me pela demora de postagem... muita correria, pressa, viagem... Tudo acabou não colaborando, mas cá estou novamente. Espero que tenham gostado! Comentem por favor!!)

Postado e escrito por: Eduardo Rezende. 


55 comentários to "Interpretação: Há Tempos"

  • Não tenho palavras, simplesmente GENIAL!!!

  • Muito boa sua interpretação e a música também. Só na parte "Só o acaso estende os braços a quem procura abrigo e proteção" na minha opinião pode ter outro sentido, de que você tem que lutar pelos seus sonhos, por aquilo que você quer mesmo, e não ficar dependendo do acaso, da sorte.

  • Muito bom! Parabéns!

  • Muito obrigado Ana! Seja sempre bem vinda ao blog e fico muito feliz pela participação por meio de comentários!

  • Realmente Lucas, faria sentido, mas acho que dessa forma analisada, correspondia melhor ao trama traçado na letra... Não sei, imagino que seja. rs.
    E à você Priscila, como à você também Lucas, o meu muito obrigado! Sejam sempre bem vindos ao espaço.

  • Sempre achei que essa música era um desabafo de Renato Russo (falando da depressão e momentos de tristeza). Achava também que: "Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa!" se referia à um possível suícidio, porém ele pensou assim: Não vou sujar essas águas com minhas impurezas.

  • Realmente, minhas palavras estão dizendo isso em outro modo, porém pensei de outra forma.
    Não descarto sua ideia, que é realmente um dos pontos que ele poderia ter dado.
    Volte sempre querido anônimo!

  • Essa é uma das minhas músicas preferidas. Muito bonita profunda, te faz refletir de verdade...
    Sua interpretação é muito boa.
    Eu também sempre relacionei a parte do poço com suicídio, e o "mas á água é muito limpa" como se ele, por decidir que não vale a pena, desistisse da ideia.

  • Que bom que pensa do mesmo modo! É realmente interessante pegar gente que pensa igual, tão quanto gente que pensa diferente!
    Obrigado pelo elogio, volte sempre!

  • Parabéns pelo blog, gostaria que fizesse a interpretação da música ESPERANDO POR MIM

    Mais uam vez parabéns pelo talento e pensamento!

  • Olá! Agradeço o comentário e espero logo logo fazer essa análise, que infelizmente acabei deixando passar. Obrigado, volte sempre!

  • Adorei seu blog. Suas análises são ótimas...


    nessa música ...

    "ela disse: lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa."

    Nesse trecho sempre imaginei como uma situação.. Uma pessoa necessitada que foi pedir ajuda a quem ela sabia que teria meios para isso. Mas a outra parte, (no caso "Ela"), deu uma desculpa esfarrapada só para não ajudar. Por ser mesquinha ou por não querer ter o trabalho em ajudar o próximo. A meu ver, é como se ele quisesse deixar claro que hoje em dia as pessoas não estão mais se importando umas com as outras. Não conseguem sentir amor ao próximo. São egoístas demais. Pelo menos essa foi até agora a minha interpretação... um abraço :)

  • Uma interpretação muito boa por sinal Aline!
    Espero sempre contar com sua presença, o meu muito obrigado!

  • eu sempre interpretava diferente no trecho: ```La em casa tem um poço mas a agua é muito limpa``. O poço seriam as pessoas , a humanidade.Como já estaríamos acostumadas com a impureza(maldade) seria um defeito ser bondoso,
    solidário,``puro``. gostei muito da sua interpretaçao.

  • preciso questionar um ponto:

    "Tua tristeza é tão exata
    E hoje o dia é tão bonito"..

    ele diz "É tão bonito",
    não diz "ESTÁ tão bonito".

    isto interfere na contextualidade,
    não aponta que a tristeza é tão clara
    apesar do (raro) dia bonito..
    entende?
    (tenho estado cansado
    e não consigo captar a mensagem.
    se puder sugerir um caminho..,
    desde já, obrigado e bom resto de dia)

  • "Alimente a força do Espírito que o protegerá no infortúnio inesperado, mas não se desespere com perigos imaginários, muitos temores nascem do cansaço e da solidão"
    Trecho do poema DESIDERATA de Max Ehrmann de onde Renato tirou o trecho da musica.

  • Olha, na verdade essa música fala sobre o relacionamento entre um casal, parece "cocaína" metáfora pra vício, mas é só "tristeza" aparência. E o certo é : tua tristeza é tão exata e HOJE EM DIA é tão bonito, pois até isso já não existe mais. Eu fiz a interpretação da letra toda no youtube, inclusive do POÇO...http://www.youtube.com/watch?v=GeykwHHOxM8

  • foi a melhor interpretação essa, gostei

  • Amei essa interpretação,andei olhando outras que não vi nenhum nexo,mas adorei essa. Concordo com o "Anônimo" rsrs quando ele diz que "Como já estaríamos acostumadas com a impureza(maldade) seria um defeito ser bondoso,
    solidário", as pessoas (nós mesmas) já estamos acostumados com a maldade e já esperamos que os outros sejam assim, vivemos armados. Também conheço Desiderata como cita Ronaldo,um poema muito lindo, por sinal. Então, é isso! Bjss

  • As menções à fortaleza, compaixão e bondade são bíblicas (Saem de lugares diferentes das Cartas de São Paulo). Como é sabido, Renato Russo conhecia esses textos (faz uso de um deles em Monte Castelo).Quando tiver um tempo relerei tais textos para procurar a referência exata dessas menções, então as postarei aqui.

  • As menções à fortaleza, compaixão e bondade são bíblicas (Saem de lugares diferentes das Cartas de São Paulo). Como é sabido, Renato Russo conhecia esses textos (faz uso de um deles em Monte Castelo).Quando tiver um tempo relerei tais textos para procurar a referência exata dessas menções, então as postarei aqui.

  • Quanto à água limpa do poço,eu me lembro claramente de uma possível referência, também bíblica, é o Livro de Gênesis(24:20). A questão era a seguinte: Isac, filho de Abraão, por ocasião de sua morte herdou muito gado (cabras) e ainda fez seu rebanho prosperar. Os Filisteus, vizinhos e inimigos, encheram de terra e fezes o poço de Isac. Este buscou pelas fronteiras a leste de suas terras outro lugar, cavou e encontrou água. Deu-lhe o nome de Eseque (luta,disputa), mas novamente seus vizinhos e inimigos atuaram e afirmaram que o poço estava em suas terras não nas de Isac. Ele o abandonou e em direção fronteiriça a oeste cavou novo poço. Deu-lhe o nome de Sitna(Inimizade, ódio). Mas seus pastores tiveram que guerrear contra os pastores filisteus e acabaram feridos. Isac, então, cava no centro de suas terras um terceiro poço e lhe dá o nome de Reobote (alargamento, alívio)e, com a água descrita como a mais pura e limpa, seu rebanho prospera de um para cem.
    Para resolver o problema, Isac não se desesperou. A solução não estava nem a leste nem a oeste (num extremo ou noutro), estava no equilíbrio, no centro.
    Não saberia dizer se Renato Russo conhecia esse texto, mas a menção bíblica usada tal qual uma obra literária(o autor não manifesta credo, que eu saiba, em sua obra) é comum.

  • Parece cocaína tipo um resfriado aí ele afirma que é so tristeza sua cidade pode ser o motivo do possível resfriado ou tristeza

  • Sempre refletir sobre essa musica recorrir ha algumas opiniões e cheguei a formular meu pensamento baseado no contexto geral. Essa musica ele se refere a uma suposta amiga que pode ser verdadeira ou imaginária talvez , caso ela não seje verdadeira ele conversa com ela em pensamentos com ele mesmo e quando ele se refere ao poço é simbólico, significa algo profundo e puro que são os sentimentos bons, mas o que tem nesse poço ou seja é algo tão limpo, tão puro que as pessoas desse mundo não merece

  • Parabéns Eduardo, ótima análise. Sempre achei que “há tempos", junto com “teatro dos vampiros" fosse as letras mais enigmáticas de Renato. Seu ponto de vista é mto próximo daquilo q talvez o Renato quisesse passar através da música... Como mero compositor posso dizer q ninguém é capaz de traduzir ou interpretar (msm q se dedique ao máximo) aquilo q passa pela cabeça de um artista, especialmente como o líder da Legião, já q so ele mesmo para dizer o q representa a canção de vdd. Pra fechar, concordo com a parte do “poço", realmente faz td sentido, grande abraço!

  • Cocaina e a tristeza tem o mesmo sabor, amargo. saludos

  • Essa letra nada mais é que o retrato do sentimento de quem descobre que esta doente, e que essa doença o levara a morte , não tem cura .E foi oque aconteceu com ele. Letra perfeita pois é esse o sentimento de que tudo não valeu nada e que nada poderia ter valido tudo . É isso.

  • Creio que a parte da disciplina está errada. Pois o que ele tenta passar é que se você quer disciplina de alguém ou algo, deve dar liberdade ao mesmo. Não confunda disciplina com ditadura!

  • Muitos temores nascem
    Do cansaço e da solidão
    Descompasso, desperdício
    Herdeiros são agora
    Da virtude que perdemos...

    A interpretação desta estrofe está equivocada. nas duas primeiras frases ele é bem claro:
    "Os temores nascem do cansaço e solidão" e isso, por si só é um "Descompasso, desperdício", pois se está cansado, descanse, se está solitário, seja livre, ou seja, existem outras alternativas além de sentir medo.
    "Herdeiros são agora da virtude que perdemos" se refere ao temores.
    Pense bem, na passagem anterior, quem nasceu? Os temores!
    Então eles, os temores, são os herdeiros da virtude.
    Em última análise, isso significa que o ser humano só possui alguma virtude quando está cansado ou solitário, pois carrega consigo o "filho" chamado temor, enfim, o herdeiro dos cansados e solitários.

    Outra parte equivocada é:

    "Só o acaso estende os braços
    A quem procura
    Abrigo e proteção..."

    Aqui ele cita que quem procura abrigo e proteção cairá nos braços do acaso e nada mais.
    É uma alusão à ideia de que você faz sua vida e que é uma falsa ideia a de proteção e segurança.
    É um recado: Saia da zona de conforto ou melhor, nem entre nela.

    Espero ter contribuído.

  • Renato o verdadeiro REI da música.

  • Ótimo... Minha linha de pensamento segue a sua!

  • Se a colocássemos como uma espécie de "Soneto shakespeariano", teríamos uma das mais belíssimas obras primas já cantada por alguém!

    Poucas vezes vi alguém exprimir de forma tão clara e ao mesmo tempo poética o sentimento de uma juventude, com um mundo que cada vez mais apodrece em velores e humanidade!

  • Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa! Significa que apesar dos autores da letra enxergarem tudo o que descrevem na musica, eles também são iguais a todos, a toda sociedade, porém, para ficar ainda mais explicito e irônico, dizem no final que o poço deles tem a água muito limpa, diferente de todas as outras pessoas! Isso confirma ainda mais, que no final todos temos a água do poço suja, todos somos hipócritas e todos com inúmeros defeitos! Com uma letra dessa, não tem como ver de outra forma! Eu creio que eles não estão se engrandecendo como muitos dizem aqui no Blog, mas sim assumindo suas próprias fraquezas! Fantástico!

  • Este comentário foi removido pelo autor.
  • Eu já acho que a "água" que ela fala que tem no poço na casa dela é a Palavra de Deus que, também, é conhecida como "Água purificadora. Ela diz que é muito limpa porque esta "sociedade" na qual nós vivemos já está acostumada a matar sua sede com água suja. Já se acostumaram com o que é ruim. De forma que, a água limpa não interessa mais para eles. Ela até tem como ajudá-los. Porém, ela já sabe que eles não vao aceitar essa ajuda

  • Genial!

  • Brilhante.agora,sim,nexo!!

  • Quando ela diz "lá em casa tem um poço/mas a água é muito limpa" ela diz que em casa há problemas, os mesmos sendo obscuros, fundos, ou até mesmo que ela está no fundo do poço no sendo literal (e ao mesmo tempo, figurado rs). Mas que mesmo com tudo isso, há um lado bom: "mas a água é muito limpa".
    Creio, eu, que nesse trecho, foi isso o que Renato tentou nos passar. Que mesmo com problemas e dificuldades, tem sempre um lado bom. Que mesmo havendo um poço, a água é muito limpa. Ou até mesmo que por mais que haja algum obstáculo (pegar água em poço é meio complicado), seu esforço valerá a pena, pois a aguá será limpa.
    Bela interpretação!
    Beijos. <3

  • E ela disse: ( Dona Carminha)Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa. (O pai do Renato). Este era diferente da mãe do Renato e do próprio Renato. Sr. Manfredine era mais na dele. O Renato e sua mãe não. Eram mais apegados, queriam estar sempre juntos. " Mas a água é muito limpa". Esta parte fala da dignidade e honestidade de seu pai.

  • Minha interpretação sobre a parte final é um pouco diferente... Ter dentro de si um poço com todas essas qualidades, disciplina, compaixão... em um mundo onde se ensina que o jeito certo de alcançar a liberdade, fortaleza e coragem é com agressividade e rebeldia, ter um poço com essa água limpa se torna muito pesado, em fim ela justifica o real motivo de sua tristeza... não se sente parte desse mundo, por isso se sente só, não compreende os que estão ao seu redor, que agem diferente do que ela realmente sente...

  • Muito bom esse blog e principalmente a criatividade do autor. Parabéns.. Foi uma das primeiras músicas q escutei da Legião em 1992. Me sinto agraciado por ter está interpretação. Mais uma vez parabéns!

  • Muito bom esse blog e principalmente a criatividade do autor. Parabéns.. Foi uma das primeiras músicas q escutei da Legião em 1992. Me sinto agraciado por ter está interpretação. Mais uma vez parabéns!

  • O poço seria a família que ele poderia se amparar...se confortar... porém em casa sua famílià talvez fosse muito correta (limpa, pura) pra entender os seus problemas

  • Este comentário foi removido pelo autor.
  • paty disse...
    E quando ele fala dos Santos. .. entendo que seria uma espécie de revolta com o divino sem a medida da maldade... como pode o divino permitir tamanha maldade de tirar a vida de pessoas tão jovens?
    13 de maio de 2016 22:11

  • E quando ele fala dos Santos. .. entendo que seria uma espécie de revolta com o divino sem a medida da maldade... como pode o divino permitir tamanha maldade de tirar a vida de pessoas tão jovens?

  • O poço é o pai dele. Há uma entrevista com a Carminha Manfredini em que ela afirma isso.

  • E esse lance das frases é uma referência ao clássico do George Orwell, no livro “1984”: "Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força". O Renato só fez algumas modificações à revelia do original.

  • Genial!! gostei da interpretação, como cristão tenho a certeza que Deus entregou um cérebro(inteligência) imensurável a todas as pessoas e o Renato é aprova disso, gostaria que estivesse ainda conosco nos lapidando com sua ponderações. mas ele não deixou de cumpri a sua vocação. abraços!!

  • Não concordo. Esta música é do disco quatro estações e é muito anterior a doença que o matou. Muito tempo antes. Nao tem lógica.

  • Por ser um Legionário, senti-me estasiado magnífica interpretação. Adorei.

  • A melhor interpretação, alguns pontos parece com a minha. Adoro essas metáforas que nos fazem refletir sobre as esferas da vida. Pena que a maior parte das músicas no cenário atual não dão essa oportunidade aos jovens de hoje. Parabéns.

  • muito bom essa musica e interpretação
    eu entendi que temos que lutar pelos objetivos sonhos e não esperarmos ou depender de bondade mas do nosso propia força

  • Nossa... sempre pensei a mesma coisa. Que a água do poço era muito limpa para receber um suicida

  • GRAPHITE MACHINE 3D QUÂNTICO 15° VERSION É UM COMPUTADOR QUÂNTICO DESCOBERTO POR CRIPTOANÁLISE O LEGIÃO URBANA VAI ACABAR COM A ÁGUA DO MAR MEMORIZE E VISUALIZE ESTES CÓDIGOS EM 3D VARIAS VEZES

    -











    .



    ^
    ||
    ||
    ^
    ||
    ^
    ||
    ||
    ^
    ||

    VISUALIZE EM 3D OS FEIXES DE 1 E 2 ESPAÇOS =^ ==^ OS FEIXES ACELERAM A VELOCIDADE TERMINAL AGORA VISUALIZE EM 3D O PONTO E O TRAÇO QUE SE ENCONTRAM A ALTA VELOCIDADE . -.-
    E ALCANÇAM A VELOCIDADE INFINITA.

Postar um comentário

Comentem aqui o que acharam ou o que pensam sobre!