Vinda, obviamente, do terceiro álbum da Legião Urbana, e dando a ele, o seu nome, "Que País é Esse", a música analisada nos traz criticamente o que muitas das músicas do álbum nos mostra.
Sendo de uma estrutura simples e sem a necessidade de um aprofundamento, apenas apresento-a com um breve comentário feito após a letra.
"Que País é Esse?" nos mostra o pensamento reforçado de Renato Russo, sendo até hoje, considerado um dos grandes trabalhos da Legião Urbana, ficando no mesmo patamar de outras grandes músicas, uma delas, do mesmo álbum, Faroeste Caboclo, além de tantas outras do mesmo e de outros álbuns. 
Muito conhecida, extremamente crítica, simbólica e direta. São as palavras que descrevem com perfeito modo, o trabalho à seguir:

Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papeis e documentos fieis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Terceiro mundo, se foi
Piada no exterior
Mas o Brasil vai fica rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos indios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?


Um Salve à Renato, que nesse mês completa dezesseis anos de morte, e que mesmo tão jovem, há algum tempo atrás, já se perguntava que país perdido é esse, e que rumo tomaremos!
Um país considerado praia-futebol-mulheres-amazônia, que nos coloca, à olhares estrangeiros, como um terceiro mundo. Um país, que do Norte, ao Sul, é mandado por pessoas que exploram os mais baixos.
Um país que há sujeira tanto nos sistemas de favelas (tráficos, mortes e injustiças) e sujeiras no senado - "Justiça" (não muito diferente do sistema das favelas).
Um país tão diferente, mas tão igual, em todas as esquinas.
Um salve pra Renato Russo, que há dezesseis anos, já tinha noção dos rumos de um país verde-amarelo. 


Texto de: Eduardo Rezende.


3 comentários to "Interpretação: Que País é Esse?"

  • Realmente, é uma letra simples de se analisar mas muito complexa pra que um brasileiro entenda, pois muitos de nós fazemos vista grossa aos defeitos de nossa pátria amada.
    Parabéns pela análise dessa bela letra que, assim como todas as outras letras do álbum "Que País é Esse?", por exceção de Angra dos Reis, é uma letra crítica.

  • Parabéns pelo blog! Muito boa interpretação

  • Na morte o meu descanso, mas o
    Sangue anda solto
    Manchando os papeis e documentos fieis.

    Essa é a parte mais poética e interessante da musica, profunda e esta até hoje no meio da gente e sempre existirá enquanto existir governo, só tem um jeito de um político sair do governo, é a morte, mas, mesmo assim o sangue dele segue carreira manchando os papeis, assim o Brasil nunca irá mudar, para esses filhos da P#$%¨&*(que a morte venha mais rápida) e quando ela chegar que seja lenta e angustiante.....
    Ass. Márcio Maciel

Postar um comentário

Comentem aqui o que acharam ou o que pensam sobre!